terça-feira, 5 de dezembro de 2017

DIÁRIO DE MOTOCICLETA II - MANETE DE EMBREAGEM

E aí, beleza? Recentemente eu estava indo para o trabalho de moto, passando pela sempre engarrafada Jerônimo de Albuquerque na altura do Angelim, quando lembrei da importância de regular a manete de embreagem da moto. Lembrei disso porque o engarrafamento, a marcha lenta, escraviza a mão esquerda do motociclista à embreagem.
Se você usa motos de até 300cc, provavelmente não vai sentir muita dificuldade em acionar a embreagem da moto tantas vezes. Já se sua moto for maior, você vai perceber que a manete da embreagem, embora macia, exigirá um pouco mais de firmeza para a troca de marchas e, com o tempo, você poderá sentir dor na mão esquerda, ou até mesmo uma lesão, causada por esse esforço repetitivo.
Para tentar evitar esse problema, existem 3 cuidados que você pode tomar para evitar ou retardar as consequências da repetição desse movimento.
O primeiro e mais importante é manter o conjunto, manete e cabo de embreagem bem lubrificado, evitando assim imprimir mais força que o necessário para acionar a embreagem da moto.
O segundo, é investir alguns minutos em ajustar a altura da embreagem, de modo a evitar que a sua mão esteja completamente aberta quando o curso de acionamento da embreagem começar.
O terceiro e não menos importante é largar completamente a embreagem após a troca da marcha. Isso costuma ser um vício em alguns motociclistas e abandonar esse vício realmente poderá ser um desafio para você.
Assim como nos carros onde as pessoas costumam "descansar" o pé sobre a embreagem, na motocicleta pode acontecer o mesmo com o piloto que costuma ficar com a mão sobre o conjunto manete-guidão. Esse costume, além de abreviar a vida da embreagem da moto e cansar a mão, torna mais fácil para um buraco, "tomar" o guidão da moto da sua mão.
Então, lembre-se. Da próxima vez que estiver pilotando, tente se lembrar de soltar completamente a embreagem após a troca de marcha e pilotar agarrando firme (mas suavemente) somente o guidão da sua moto até que o freio ou a embreagem sejam necessários novamente.
Um forte abraço a todos e até a próxima.

Nenhum comentário: